O Poder do Feminino – a grande tendência de 2016

Dentre todos os desfiles das últimas temporadas de moda, internacional e  também nacional, identificamos uma mensagem interessante e importante: o poder do feminino. Já tratamos no blog sobre o tema (é só clicar aqui).

A mulher proposta pela moda contemporânea desconstrói e/ou rompe com os padrões estéticos masculinos e toma propriedade de seu próprio corpo, professando: – esse corpo é meu e faço com ele o que bem pretender!!!

São bons e importantes sinais…

Delicadeza e força

A marca Céline trouxe vestidos lingerie, tendência sleepwear forte da temporada, e brincou com opostos, trazendo peças mais estruturadas retiradas da alfaiataria. Vejam na imagem abaixo que é uma sensualidade poderosa, nada frágil, resgatando o feminino.

celinelingerie654

Céline PRIMAVERA-VERÃO 2016

Os traços delicados do corpo feminino, contrapondo a força que temos em lutar pelo empoderamento da mulher. Traduzida em opostos, uma silhueta desenhada em roupas de estrutura forte.

celinebrincos654

Céline PRIMAVERA-VERÃO 2016

A mesma proposta de opostos trouxe Reinaldo Lourenço no SPFW Inverno 2016. Mulher forte sem medo de mostrar sua delicadeza. Peças de alfaiataria estruturadas e luxuosas, contrapondo rendas e transparências.

reinaldo-lourenco-spfw-inv16-002-654x983

O reinado

Já a marca Prada trouxe esse poder do feminino em detalhes que iam além até mesmo do que poderia ser visto… só mesmo de muito perto para notá-los. A mulher da Prada já reina, é segura do seu poder, e por isso se diverte com a moda e o vestuário.

Captura de Tela 2015-10-06 às 13.41.14Captura de Tela 2015-10-06 às 13.41.55

Transparências, rendas, golas, saias e vestidos… vale tudo para essa mulher  moderna e quase futurista da Prada. Só não vale deixar de se divertir com as roupas.

Captura de Tela 2015-10-06 às 13.53.30

Sensualidade Madura

O desfile da D&C para o verão 2016, como não poderia deixar de ser,  ostentou o feminino. Se na temporada passada foram as mães, agora é a vez da super sensualidade estampada das mulheres D&G.

dolcegabbana-verao-rtw16-milan-30-654x981

Sensualidade inteligente, madura e sem vulgaridade.

dolcegabbana-verao-rtw16-milan-19

Já para o Inverno 2016 Alexandre Herchcovitch trouxe como inspiração a história de boudoir. Uma história sobre amor e perda, perversão, sexo e poder. Boudoir é um conceito que surgiu nas construções da época Barroca e Romântica na França, era uma sala exclusiva para mulheres que servia como uma espécie de camarim onde elas guardavam maquiagens, camisolas e peças íntimas. Simbolismo para uma mulher menos puritana que assume a sua sensualidade sem temor.

alexandre-herchcovith-spfw-inv16-011-654x983

A Luta

Já a Balmain vestiu a mulher pronta para guerra, acessórios como armamentos, de uma mulher que reconhece o seu poder. Sem disfarces masculinos, foi um desfile considerado supersexy, com fluidez e transparências, compondo formas estruturadas e silhuetas sempre bem marcadas.

Mais uma vez provando o poder do feminino, numa época que já estamos cansadas de falar de falsas liberdades. É a mulher adulta, confiante e sexy.

diversidade654

 

isabellialta654

A TOP BRASILEIRA ISABELLI FONTANA PARA O DESFILE DA BALMAIN

Desconstrução

Como a desconstruir a mulher do passado, Simon Porte Jacquemus, estilista ganhador do 2º Prêmio Jovens Estilistas LVMH e responsável por uma moda conceitual e polêmica, subverte a estética masculina e coloca uma mulher confiante de sua feminilidade. O terno que virou vestido, assimetria das golas e mangas…

jacquemus-verao-rtw16-milan-7-654x980

tumblr_inline_nvgzl1yepb1qb179x_500

E, por último, vale lembrar de Ronaldo Fraga que colocou homens e mulheres em mesma passarela, questionando os velhos conceitos de gêneros.  A mensagem era clara: Ninguém é melhor ou superior ao outro, somos únicos e  iguais em nossos sentimentos e desejos.

ronaldo-fraga-spfw-inv16-006-654x984 ronaldo-fraga-spfw-inv16-004-654x984

“Ronaldo revela que sua ideia é transpor o conceito de roupa com gênero, mesmo que ela pareça mais feminina ou masculina, e que ambos os sexos possam usá-la…” (fonte FFW).

Bom, como podemos perceber a moda também reflete sobre o empoderamento feminino.  É o momento da mulher apoderar-se de seus direitos para comunicar-se e mostrar-se como bem quiser e lhe convier. Só mesmo assim, em total liberdade, do corpo, das roupas, das escolhas é que podemos compartilhar de um mundo justo.

Por hoje é só, até semana que vem!!!

(por Tatti Marques)

Compartilhe nas Redes SociaisShare on FacebookPin on Pinterest

About Author

entrelinhasconsultoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Ir para o topo