Índigo blue, índigo blusão

Índigo blue, índigo blusão

O ano era 1984 quando Gil compôs essa música, com a memória atenta aos significados históricos de um belo e bom jeans, mas com a intuição aguçada de tudo que ele – o jeans – ainda podia se tornar…

Entre melodia e letra repousa uma sensualidade de pele que se confunde com o tecido, expondo o corpo que se torna natureza, manifestando toda a força e vitalidade do trabalho…

Das referencias iniciais como uniforme de trabalhador a toda a construção dramática sexual feita pelo cinema americano, tá lá o compositor que transforma a coisa em poesia, o objeto em significado.

É tudo isso e mais um tanto da história, da história do jeans, que serviu de inspiração para o Editorial Entrelinhas Garimpô, um caso de amor com o jeans. 

Abusamos de toda a sensualidade que pode residir numa peça jeans, simples, despojada, elementar.

Captura de Tela 2017-09-21 às 14.46.09Foto clássica de cowboys americanos e seus jeans

Captura de Tela 2017-09-21 às 14.47.25                                E Hollywood desvela juventude, rebeldia, sexualidade e irreverência.

Mas é mesmo nos anos 80/90 que a peça transpõe os limites das subculturas e alcança outras esferas, esferas fashion, transformando-se em símbolos de uma sensualidade jovem, mas grifada.

Captura de Tela 2017-09-21 às 14.48.14

Como podemos perceber a moda já foi bem, mas bem mais ousada…

Famosa propaganda da CK com Brooke Shields que inspirava a tantas outras jovens a menos meter-se entre o  jeans e o corpo…

Captura de Tela 2017-09-21 às 14.51.41

Captura de Tela 2017-09-21 às 14.52.41

Captura de Tela 2017-09-21 às 14.53.25

Captura de Tela 2017-09-21 às 14.54.02

Captura de Tela 2017-09-21 às 14.54.42

Captura de Tela 2017-09-21 às 14.55.12

Captura de Tela 2017-09-21 às 14.55.37A Entrelinhas Garimpô ama quando a moda se torna ferramenta de poder feminino!!!

Por Fernanda Junqueira – Entrelinhas Garimpô

www.entrelinhasgarimpo.com.br

Compartilhe nas Redes SociaisShare on FacebookPin on Pinterest

About Author

entrelinhasconsultoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Ir para o topo