De Metrossexual à Normcore, a trajetória de um homem moderno e, acima de tudo, bem vestido…

Já foi o tempo que os cuidados com a  aparência só podiam ser recursos femininos.

Esse tempo passado é tão passado que já vai lá os seus 30 anos, quase… Foi o homem yuppie moderno, aquele dos anos 1980, que ao dar bananas aos estigmas das masculinidades já ultrapassadas (como a um dândi desconfigurado, pois, antes de tudo, burguês) deu adeus às suíças ou ao que mais poderiam representá-las e se reconfigurou como yuppie asseado, bem cheiroso e bonitinho.

Capa da Revista Exame, resta alguma dúvida que o Senhor Yuppie pode ser o pai do Metrossexual?

Capa da Revista Exame, resta alguma dúvida que o Senhor Yuppie pode ser o pai do Metrossexual?

A esse salvador (dândi contraditório moderno), nós aqui do Entrelinhas damos vivas por libertar o universo masculino daquela obscuridade do preto, sem graça de tanta descrição, escuro, sem estampas e formas, ou seja, entediante.

As comemorações foram muitas, atravessaram décadas, permitindo que o profeta Mark Simpson (jornalista britânico) decretasse em 1994: nasceu o homem moderno, o Metrossexual*!!!

Notícia tão bombástica ficou lá escondidinha e só foi mesmo despertada com a  aparição de quase um príncipe, um legítimo metrossexual: David Beckhman!  

Em 2012, com pose retumbante ecoa o questionamento: É homem? É Sim, mais que homem, é um metrossexual!!! Pronto, todas as revistas e periódicos (não, ainda não estávamos na era das redes sociais) ecoaram e eternizaram o termo.

Enfim, havia nascido um homem com cara de século XXI!

David Beckham, Attitude June 2002

David Beckham, Attitude June 2002

wpid-happy-birthday-david-beckham-his-life-in-the-_uk28

Nesses mais de dez anos que nos separam da feliz notícia muitas coisas aconteceram no universo masculino, o tal do metrossexual saiu da moda, voltou, deu lugar a outros estilos e tribos… Foram tantas a acompanhar o vai e vem da moda…

Uma das últimas das modas masculinas, sabe qual é? Não acompanhar nada, se ver livre do aprisionamento das tendências, modismos e tal.

O Homem moderno e antenado novamente renunciaria a esse mundo das aparências e artificialidades e se travesteria (ou o melhor, se desnudaria? rsrrs) de normalidade… Eis que surgem os normcores (as mulheres também são aceitas nessa nova tribo contemporânea, desde que aceitem usar uma velha camiseta branca… ) em jeans,  tênis, t’ shirts e moletons que desfilam por aí a ostentar firmeza de caráter, estilo e personalidade.

E a moda, que não é boba nem nada, nessa última temporada já nos deu receitinhas infalíveis de normalidade:

bottega_normcore

A receita de normalidade dada pela marca Bottega Veneta, sem artificialismos…

Acho que já deu para perceber que sendo considerado normal ou não, a receita infalível mesmo para o homem moderno é se vestir bem, não é?

Nós aqui da Entrelinhas também atendemos homens de todas as idades e estilo, e o resultado é sempre bom, pra eles e pra nós, que a cada consultoria desvendamos ainda mais os segredinhos de estilos desse universo tão fascinante!!!

Clique na foto abaixo e conheça a experiência de um cliente moderno…

IMG_9050

*Segundo o sentido da expressão um homem da metrópole, cosmopolita e extremamente sexualizado.

(por Fernanda Junqueira)

Compartilhe nas Redes SociaisShare on FacebookPin on Pinterest

About Author

Fernanda Junqueira

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Ir para o topo